ADMLog Assessoria Empresarial

Serviços Contábeis

Assessoria Empresarial

Assessoria Contábil

Escrituração e emissão de balancetes, balanços e demonstrativos periódicos...

Assessoria Tributária

Consultoria específica nas áreas de PIS, COFINS, SIMPLES, ICMS e ISS...

Assessoria Empresarial

Consultoria Empresarial

Consultoria Empresarial

Implantação de ERP

Implantação de ferramenta integrada de Gestão Empresarial ERP(Enterprise Resource Planning)...

Revisão e Reestruturação de Processos

Revisão e Reestruturação de Processos

Análise de Processos; Racionalização de Processos; Reorganização Operacional...

Elaboração de Modelos de Gestão

Elaboração de Modelos de Gestão

Desenvolvimento de modelo conceitual e sistemas; Reestruturação Organizacional...

Avaliação Econômico-Financeira

Avaliação Econômico-Financeira

informações que permitem avaliar os custos e benefícios de uma alternativa de investimento...

Projetos em INVEST-ES

Projetos em INVEST-ES

Programa de Incentivo ao Investimento no Estado do Espírito Santo...

Projetos em FUNDAP-ES

Projetos em FUNDAP

Fundo de Desenvolvimento das Atividades Portuárias...

Consultoria Empresarial

Contabilidade Empresarial

Contabilidade Empresarial Regulatórios e Cadastrais

Regulatórios e Cadastrais

Constituição de empresas; Registro nos órgãos fiscais competentes...

Processo Fiscal

Processo Fiscal

Emissão dos livros fiscais exigidos pela legislação federal, estadual e municipal...

Processo Contábil

Processo Contábil

Elaboração de plano de contas específico para a empresa e seu negócio...

Recursos Humanos

Processo admissional e demissional; Processamento da folha de pagamento e de 13º salário...

Projetos em INVEST-ES Projetos em INVEST-ES Projetos em INVEST-ES

Projetos em INVEST-ES

Projetos em INVEST-ES

Programa de Incentivo ao Investimento no Estado do Espírito Santo - INVEST-ES

O INVEST-ES busca contribuir para a expansão, modernização e diversificação dos setores produtivos do Espírito Santo, estimulando a realização de investimentos, a renovação tecnológica das estruturas produtivas e o aumento da competitividade estadual, com ênfase na geração de emprego e renda e na redução das desigualdades sociais e regionais.

Beneficiários
Empresas que venham a realizar projeto econômico considerado de interesse para o desenvolvimento sócio-econômico do Estado, conforme condições pré-estabelecidas previstas no Decreto Nº 1951-R, publicado no DIOES em 26/10/2007 (ratifica os benefícios concedidos e resoluções vigentes sob a égide do Decreto Nº 1152-R, de 16/05/2003, e alterações) e alterações pelo Decreto Nº 2234-R, publicado no DIOES em 20/03/2008.

Enquadramento
Projetos de implantação; Projetos de ampliação, expansão ou diversificação da capacidade produtiva que prevejam aumento mínimo, prévio à fruição do benefício, de 40% da capacidade instalada; Projetos de revitalização de estabelecimento paralisado há, no mínimo, 12 meses ininterruptos, imediatamente anteriores à data de protocolização do pedido de concessão do benefício.

Benefícios
I- Diferimento do pagamento do ICMS:
a) incidente nas operações de importação do exterior de máquinas e equipamentos destinados à integração no ativo permanente imobilizado do estabelecimento;
b) devido a título de diferencial de alíquotas, incidente nas operações interestaduais da aquisição de máquinas e equipamentos destinados à integração no ativo permanente imobilizado do estabelecimento;
c) incidente nas operações de importação do exterior de insumos e matérias-primas, destinados exclusivamente ao estabelecimento industrial importador, para o momento em que ocorrer a saída dos produtos resultantes de sua industrialização, ressalvado o disposto na alínea “d”;
d) incidente nas operações de saídas internas de máquinas e equipamentos destinados a empresas vinculadas ao INVEST-ES, para integração no ativo permanente imobilizado;
II – crédito presumido, nas operações interestaduais, até o limite de setenta por cento do valor do imposto a recolher mensalmente;
III – redução de base de cálculo, nas operações internas, até o limite de setenta por cento do seu respectivo valor.;
IV – outras modalidades de benefícios fiscais, desde que respeitados os limites e as condições previstas nos incisos I a III.

OBSERVAÇÃO: Os benefícios II e III podem ser cumulativos. Excepcionalmente, o Comitê poderá conceder tratamentos tributários, alternativos aos previstos acima, para a instalação de empreendimento específico (Art. 19º, Decreto 1951-R).